#5 Heurísticas de Nielsen: Prevenção de Erros

Boas mensagens de erro são importantes, mas os melhores designs evitam cuidadosamente a ocorrência de problemas. Elimine as condições sujeitas a erros ou verifique-as e apresente aos usuários uma opção de confirmação antes de se comprometerem com a ação.

👋 Introdução

Quem já não ficou frustrado por ter preenchido um looooongo cadastro e, ao final, receber uma mensagem de erro de que um campo que era obrigatório — que não estava indicado — era necessário para submissão daquele formulário? Pior, e quando todos os campos são apagados e você precisa começar tudo de novo? Dá vontade de desistir né? A quinta Heurística de Nielsen, Prevenção de Erros, nos ajuda a construir interfaces que ajudem o usuário a entender as condições do sistema e não cometam erros que poderiam ser evitados. Esse é um dos conceitos mais importantes para garantir a usabilidade do seu sistema e o sucesso dos usuários.

💬 Conteúdo

Existem dois tipos de erros: deslizes e erros — de verdade. Deslizes normalmente são causados por desatenção, são inconscientes. Erros são causados por uma incompatibilidade entre o modelo mental do usuário (ou seja, o que ele viu ou aprendeu na sua interface ou em outros lugares que o levou a crer que aquela ação deveria resultar em algo que, em fato, não era) e o design, são conscientes e podem gerar uma enorme frustração no usuário.

Um exemplo prático disso é quando a bateria do Macbook está acabando — há uma notificação sonora acompanhada de um pop-up avisando que é necessário plugar o computador a uma tomada. Qual o pior que pode acontecer se eu esquecer ou ignorar essa mensagem? No máximo, ter que esperar alguns minutos de carregamento antes de religar o laptop.

Mas para aqueles que trabalham com serviços como saúde, transportes, finanças ou até segurança… Não colocar esforços para que usuários evitem erros pode ser verdadeiramente catastrófico. Prevenir erros é crítico para uma boa experiência e para usabilidade.

Quando estiver criando um novo design, observe pontos que podem causar erros graves. Coisas como "deletar tudo","excluir dados", "enviar para todos" ou até mesmo "resetar". Depois, comece a avaliar problemas que causam frustração no usuário ou até mesmo possam fazê-lo desistir, completamente, do processo como um todo. Às vezes, mudar botões, tamanho da fonte, tipografia ou inserir um elemento gráfico — como um simples asterisco — pode ser o suficiente para ajudar o usuário a não tomar uma ação indesejada.

🙃 Conclusão

"Tem certeza que deseja fazer isso?" —quinta Heurística de Nielsen, Prevenção de Erros, ajuda UX Designers a localizarem pontos críticos (de ação) na interface que podem levar o usuário a cometer erros catastróficos. Por isso, é necessário que esses usuários sejam sempre alertados de que esses erros possam acontecer com estratégias de UX para prevenção de erros. Assim, usuários podem evitar deslizes e erros — aumentando a percepção da boa usabilidade do seu produto ou serviço.

Designful content for bold UX Designers 💬

Designful content for bold UX Designers 💬